Atividade alelopática da fração metanólica da folha de Lafoensia pacari A. ST.-HIL. na germinação e crescimento do alface

R. S. P. Malheiros, F. S. Santana, M. V. Linhares Neto, L. L. Machado, A. M. Mapeli

Abstract


A alelopatia é um processo envolvendo substâncias químicas produzidas por plantas que, uma vez liberadas no ambiente, influenciam o crescimento e desenvolvimento de outras plantas nas proximidades. Nesse contexto, a alelopatia tem sido proposta como uma possível alternativa para o manejo de plantas daninhas. Lafoensia pacari é uma espécie vegetal bastante utilizada para fins medicinais. Essas características farmacológicas são consequências da presença de flavonoides, presentes principalmente na folha. Numerosos flavonoides e seus glicosídeos são conhecidos na literatura por inibir o crescimento de outras plantas. Assim, objetivou-se investigar o efeito alelopático da fração metanólica foliar de pacari no desenvolvimento inicial de alface (Lactuca sativa). Nos bioensaios foram utilizadas as concentrações: 250, 500 e 1000mg/L, além do controle. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições, constituídas de 25 sementes para os bioensaios de germinação e 10 plântulas para os bioensaios de crescimento. A fração metanólica não promoveu efeito na germinação e no crescimento do hipocótilo de alface, porém as concentrações de 250 e 500mg/L inibiram o crescimento da radícula em 26%, e a concentração de 1000mg/L proporcionou uma inibição de 43%. Conclui-se que L. pacari possui metabólitos que tornam a espécie viável para novos estudos para obtenção de herbicidas naturais.


Keywords


L. pacari; compostos secundários; inibição; alface

Full Text: PDF (Portuguese)

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Orbital: The Electronic Journal of Chemistry (e-ISSN 1984-6428) is a quarterly scientific journal published by the Institute of Chemistry of the Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Brazil. Orbital is a peer-reviewed, open-access journal.